Redução de seios


Em tempos de silicone, fica até difícil para a maioria das mulheres imaginar por que alguém diminuiria os seios. Mas a redução das mamas é uma cirurgia mais comum do que se imagina, e ela vai além das questões estéticas. Os motivos que levam as mulheres a diminuir os seios são geralmente ligados a problemas de postura e dores, aos incômodos causados por seios fartos e à busca por uma proporção mais harmoniosa em relação ao resto do corpo. A mamoplastia redutora também é indicada para quem não está contente com o formato dos seios ou com a flacidez. 

Em alguns casos, a redução também pode ser necessária para retirar nódulos e cistos. A retirada de glândulas mamárias também pode evitar o surgimento de doenças em mulheres com maior risco de desenvolvê-las.
Não há como definir o tamanho ideal para as mamas, por isso, o julgamento é feito pela própria paciente. Se ela não considera os seios bonitos, sofre com machucados causados pela alça do sutiã ou com qualquer outro incômodo, a cirurgia pode ser uma boa alternativa. A dica é procurar um cirurgião para analisar o caso, tirar dúvidas e obter mais informações. É importante também analisar o histórico da paciente e descobrir se ela é saudável e pode enfrentar uma intervenção cirúrgica. Com um balanço de todos esses fatores, é possível definir se a mamoplastia de redução é a melhor opção para a paciente.

A quantidade a ser retirada depende do resultado almejado. Geralmente, é feita uma simulação antes da cirurgia e, só então, o médico define qual será a redução. Não é rara a necessidade de retirar quantidades diferentes de tecido de cada seio, já que a assimetria ente eles aparece em muitas mulheres.

Em relação à idade, o ideal é esperar que as mamas atinjam seu tamanho definitivo. Até os 16 anos, elas ainda não estão totalmente desenvolvidas na maioria das mulheres, por isso, uma mudança seria arriscada. Em algumas jovens, a formação pode durar até os 20 anos.

A cirurgia é geralmente um processo simples, com anestesia local ou peridural. Com cerca de três horas de duração, ela exige um dia de internação para observação. A cicatriz depende da técnica utilizada e da redução. Os médicos geralmente optam pelo processo que deixará menos marcas. Existem técnicas que deixam cicatrizes em torno da auréola, em forma de T ou L ou na parte inferior dos seios. As marcas só chegam ao seu estado definitivo após um ano, por isso, não precisa se assustar com os resultados iniciais.

Após a cirurgia, é preciso manter os braços próximos ao corpo por uma semana. Os pontos são retirados em aproximadamente oito dias. As atividades físicas geralmente podem ser retomadas em dois meses, mas, em alguns casos, esse período é menor. O resultado da redução pode ser visto após seis meses, em média.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Evite Filas - compre aqui na minha loja virtual

Loja Virtual RR Eletros - Evite Filas